Translate this blog!

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Trabalho de braços na DV

Post reescrito em 09/08/2014

Como já escreveu a Dunia (Brasília), parece que as bailarinas combinaram ou estudaram juntas; dançar e não fazer os braços de natação da Randa Kamel é quase não saber utilizar os braços na DV atualmente. Mas, inteligentes que somos, sabemos que não é bem assim que a banda toca diferente para sermos consideradas boas profissionais.

O trabalho de braços, antes de mais nada, necessita de isolamento das partes: ombro, cotovelo e punho.  Eu ainda adiciono os dedos. Sabendo isolá-los e tendo consciência dos planos espaciais, o que resta é você trabalhar sua criatividade com isso. Dá para usá-los como moldura, extensão dos movimentos ou em um contínuo.

O que tem sido muito comum aqui no Brasil é a utilização dos braços um pouco desesperados, muito agitados, com necessidade de mostrar que você sabe trabalhar braços e extremamente alongados. Me dá a impressão de que a bailarina não tem cotovelo nem punho, parece um "galho" inteiro. Ok, é uma opção, mas pensando numa DV um pouco menos performática e/ou balética e com mais "essência egípcia", por exemplo, estar com os braços sendo utilizados todo o tempo, não é uma ideia tão legal assim, não combina. Egípcias não utilizam tanto os braços e sim o quadril.

Prefiro o equilíbrio. E tenho buscado isso e creio que tenho tido resultados. Gostei muito do trabalho de braços que realizei nessa performance:


Acho que insegurança faz parte em atrapalhar esse processo de trabalho de braços. A insegurança atrapalha a postura de uma forma geral e isso, claro, reflete nos braços também. Ou insegurança de ousar na leitura, talvez, ou preocupação com o que os outros irão achar.

Uma outra dica legal para soltá-los e perder vergonha é trabalhar com taças. Com elas, não há opção, os braços devem ser trabalhados todo o tempo.

Aqui nesse vídeo, Nur trabalha os braços nesse estilo "natação", mas os braços estão muito mais relaxados do que como normalmente vemos, talvez seja um reflexo do seu jeito mais sapeca de dançar:


A ideia aqui de maneira alguma é criticar negativamente os braços, digamos, "do momento"; cada um na sua, com seu estilo, admiração e público. Mas sim, divulgar a ideia de que é muito mais legal trabalhar os braços da maneira que você se sinta mais confortável em fazer e não do jeito que as pessoas acham melhor para que você passe na prova da KK. Outra coisa é você estudar, tentar aprimorar e decidir o que você gosta mais de fazer. Entende a diferença?

E sim, uma hora enche o saco de ver tantas bailarinas diferentes, com potenciais diferentes fazendo the same shit. Mas essa discussão é velha, já tá chata e não vou fazer aqui.

Bom, de maneira alguma eu poderia deixar de citar a bailarina que me parece ter os braços mais admirados aqui no Brasil (merecidamente), Elis Pinheiro:


Bauce kabir,
Hanna Aisha

6 comentários:

  1. Flor, as bailarinas egípcias antigas faziam um trabalho de braço como moldura, principalmente para chamar atenção da expressão. Sinto muita falta disso. Nenhum desses vídeos me supre dessa necessidade. Gostaria de ver menos braços e mais quadril e sentimento. Será que ainda é possível?

    ResponderExcluir
  2. Bailarina brasileira, de um modo geral, não sabe equilibrar as coisas. Claro que posso estar generalizando... o fato é que nem mesmo o trabalho de braços da Elis me convence, talvez por não ser apreciadora de seu estilo. Acredito que braços e quadris precisam entrar num acordo, certo? Excesso de braços e pouca atenção aos quadris (e vice-versa), ao meu ver sugerem descoordenação pura e simples. Um complementa o outro, embora eu acredite que os braços representem 80 por cento da personalidade da bailarina. Os braços de nadador da Randa, por exemplo, é uma marca muito pessoal; quando vejo outra bailarina repetindo o mesmo movimento, soa pesado, não natural. Braço bonito era o da Lucy, em seu auge. Ou da Yasmin Nammu, uma de minhas referências em dança no Brasil (embora não viva mais aqui).

    ResponderExcluir
  3. o que são braços de natação? rsrs

    ResponderExcluir
  4. Muito legais os posts, amiga, leio sempre! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente tenho visto pouquíssimos workshops que trabalham braços e postura.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...