Translate this blog!

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Quem foi a primeira bailarina profissional de Dança do Ventre?

Vocês já pensaram nisso? Eu já, mas, infelizmente, os registros são muito raros e a maioria dos relatos são orientalistas, ou seja, pouco confiáveis. Além disso, é muito difícil definir quando a DV começou de fato (talvez com a Badia e seus cabarés?) porque existe um período de transição entre as Ghawazee e a Golden Era, juntamente com a organização das Feiras Mundiais e as Ouled Nail.

Talvez, nunca saberemos quem foi a primeira bailarina de Dança do Ventre, mas sabemos sim, quem foram bailarinas muito famosas no século 19. Importante lembrar que "La danse du ventre" foi um nome cunhado pelos franceses após sua ocupação no Egito e que os americanos traduziram para "bellydance", ganhando o mundo.

Shafiqah El Copta nasceu em 1851, no subúrbio de Shobra, no Cairo. Sua família era respeitável, conservadora e modesta e ficou escandalizada quando ela começou a pensar em dançar. Aos 19 anos de idade, foi descoberta por Shooq e fugiu para aprender a dançar, enquanto sua família pensava que ela estava na igreja. Depois que se casou, ela viveu sob circunstâncias pobres e tentando melhorar, dançando nos clubes. Com a morte de Shooq, Shafiqa tornou-se a maior bailarina do Egito.

Kuchuk Hanem (1850-1870) já foi mencionada em dois relatos não relacionados de dois orientalistas, Gustave Flambert e George Curtis.

Extremamente importante mencionar que as bailarinas argelinas Ouled Nail foram as principais bailarinas que trabalharam nas Feiras Mundiais européias. Elas possuem uma dança muito diferente da que estamos acostumadas, apesar de reconhecermos nelas alguns movimentos. Elas foram grandes inspirações para a imagem que os norte-americanos criaram em cima da bailarina árabe:



Fatima Djemille ou Little Lady (1890-1921) dançou na famosa Feira Mundial de Chicago em 1893. Dizem que ela é a bailarina de dois filmes do século 19:



Na verdade, houveram diversas "Little Egypts" nos EUA, não sendo, inclusive, necessariamente, árabes. Ashea Wabe foi mais uma dessas bailarinas que viajaram no mundo através das Feiras Mundiais, assim como a Maria Chiquita:


Claro, Badia Masabni foi absolutamente crucial para determinar a Dança do Ventre como a conhecemos e trabalhamos:


Fontes: Gilded Serpent, Street Wing, aulas com Márcia Dib.

Bauce kabira,
Hanna Aisha
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...