Translate this blog!

terça-feira, 27 de março de 2012

A dança da minha terra

Convidamos você a assistir um espetáculo teatral inédito no Brasil, onde o desabrochar de um amor se entremeará com as aventuras de Hana 'A contadora de histórias' e João, um jovem professor brasileiro que chega à trabalho em Beirute!
‘A Dança Da Minha Terra’
Um espetáculo romântico, sublime, repleto de danças populares árabes e bailarinas que arrebatarão os pensamentos deste belo visitante que se apaixonará por Hana a cada história contada!
Pegue carona neste tapete mágico, porque ‘Mil e uma noites’...
...foi só o começo!
Pois é, quem diria que depois de uns 12, 13 anos eu voltaria a participar de uma peça de teatro! Bom, ainda não mais como atriz, mas como bailarina! Esse foi um convite inesperado que recebi da atriz (e bailarina de DV) Keyla Milanez em janeiro e que todas nós abraçamos com alegria!

Areias Herbert e Keyla Milanez


 Hanna Aisha e Luciana Melquiades


 Nadja el Balady e Nitya Montenegro



Making-off:


Vejo vocês lá!
Bauce kabir,
Hanna Aisha

domingo, 18 de março de 2012

Quedas

Quem não sonha em fazer aquela maravilhosa queda turca? Quem não fica deslumbrado com a habilidade, rapidez, equilíbrio e segurança daquela bailarina que realiza qualquer tipo de queda? As quedas são mais comuns que a gente imagina porque existem vários tipos delas que você pode introduzir na sua performance:

Agachamento rápido
Esse é o mais fácil para se começar a treinar. O exigido é um joelho bom e abdomen contraído. Um exemplo é essa da Anastasyia (Rússia) em 1:11:


Aqui vemos o mesmo agachamento com Orit Maftsir (em sua fase Dina) em 3:08 e 3:57:


Queda turca
Quando aprendi o que era, imediatamente quis desenvolver e comecei aos poucos, a tentar encostar a cabeça no chão, a partir da minha posição ajoelhada, para iniciar o alongamento da coxa. Eu fazia todos os dias. Até ter coragem para fazer a queda turca literalmente. Geralmente, se faz queda turca no final da performance, mas é comum, principalmente as libanesas (que usam muito) também realizarem no meio da música. Aqui, eu fiz a queda turca nessa performance de said libanês no final (detalhe pro sapato! ahahaahahah) 


Quedas sentadas
Aqui, Aziza Mor-Said realiza a pose final com uma queda menos comum, a sentada, mas interessante de ser feita (recomendação da Rachel Pinheiro).


Outra queda desse tipo, que eu gosto de ver, é a queda que a Esmeralda faz. Esse é meu próximo desafio! Cair sentada e com sapato sem parecer uma pata choca, sem me machucar e ainda levantar sorrindo!


O segredo, no fim das contas, é a segurança. Se você não a tem, NÃO FAÇA, para não desequilibrar, podendo além de ficar feio, se machucar. Segura a ansiedade!

Bauce kabir,
Hanna Aisha

quinta-feira, 8 de março de 2012

Desconstruindo leituras (8)

Já tem um tempo que acompanho a Jamilah, da Polônia, no seu canal do youtube e digo que não me arrependi até hoje. Ela demonstra sempre muita calma, precisão, leveza e elegância. Inclusive, ela ganhou um post aqui há um tempo atrás.

Mas nesse vídeo, aproveitando que já falamos sobre taqsim de cordas, ela faz uma leitura de Lissa Fakir que não fica muito tradicional, pequenininha e nem balética como estamos acostumadas a ver. Acho que ela encontrou um ótimo equílibrio, o qual eu admiro bastante:


Não ficou vidrado? Pena que durou pouco...

Bauce kabir,
Hanna Aisha
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...