Translate this blog!

sábado, 7 de janeiro de 2012

Estilo Turco de Dança do Ventre

Estou há tanto tempo tentando escrever esse post... finalmente saiu! Demorei porque eu não sabia nada e tive que ler muito e ver vídeos.

Falaremos sobre um estilo que, até onde sei, não é muito estudado aqui no Brasil: o turco. A única bailarina que conheço que diz seguir é Shahira Burkan, de SP. Aliás, foi ela quem me sugeriu as bailarinas que veremos nesse post, obrigada!

Há um tempo atrás, a única dança que me remetia à Turquia era a Dança das Colheres; ignorância. Existem várias bailarinas que dançam o estilo turco, vamos entender aqui sua contribuição. Contribuição esta, que me parece muito familiar no Brasil, quando vejo vídeos da década de 90. Alguém me explica?

Quando falamos de DV turca, a primeira pessoa que vem à nossa cabeça é Didem:


Maaaas, Nesrin Topkapi foi uma das pioneiras junto da Princess Banu. Com certeza, você já viu algum vídeo dela por aí, ela tem bem poucos no youtube:




A impressão que tenho é de que este estilo é bem parecido com o libanês pois utiliza movimentos grandes e enérgicos, bastante uso do espaço e dos braços, giros, movimentos no chão, de cabeça e serpeantes, dissociações corporais bem marcadas e rapidez. Além disso, o uso de snujs é comum e as roupas são mais ousadas.

Este estilo sofreu muita influência dos ciganos turcos (Romani) e um ritmo bem presente é o karsilama, não encontrado nas músicas egípcias. Aqui, podemos dizer que a bailarina representa uma DV turca bem próxima da raiz cigana:


Sema Yildiz também é uma das mais antigas na Turquia e costuma ser mais performática:


Tanyeli, um pouco mais show woman que necessariamente técnica:


Olha que vídeo legal sobre o estilo:


Muito mais sobre o estilo turco na Ju Sobral e Isis Zahara.

Bauce kabir,
Hanna Aisha

10 comentários:

  1. Amoooo tudo e qualquer coisa sobre a Turquia e a danca nao seria diferente. Ja estive la 2 x e deu pra conferir de perto como é uma cultura riquissima: historia, musica, folclore, povo...
    Temos que ampliar nosso horizonte e perceber que existem bailarinas antigas e de varios lugares que fizeram historia, um exemplo aqui, como voce bem disse no texto, é Nesrin Topkapi.
    Acho que sempre aprendemos alguma coisa em qualquer situacao e na DV nao seria diferente, estudar variadas bailarinas, com olhos "do bem", so vai nos trazer mais experiencia e nos tornar bailarinas mais completas.
    bjao,
    Hannan

    ResponderExcluir
  2. Gostei do post..a única que já havia visto era a Didem e mesmo assim num tópico de gongação numa comu do Orkut

    ResponderExcluir
  3. Oi, Hanna!
    Parabenizo você pelo post. Acho bastante interessante porque o estilo turco se conecta indiretamente com a origem da dança do ventre no Brasil e pouco se fala sobre isso.
    Lembro que na época que comecei as roupas, as músicas e a movimentação que utilizávamos nas apresentações eram todas muito influenciadas por este estilo, embora não fizéssemos a menor idéia disto. Não havia muita informação. Tudo o que tínhamos era fitas VHS e K7 antigas e mal gravadas. Só posteriormente chegou até nós a informação via workshops e internet.
    Muito tempo depois é que pesquisando sobre a história da DV e sua trajetória pelo mundo é que pude entender que a dança turca influenciou muito o estilo cabaret americano e o estilo das pioneiras no Brasil. Só agora posso olhar para trás e identificar os traços étnicos daquilo que era transmitido de uma forma orgânica, quase ingênua.
    O estilo turco se difere consideravelmente do Egípcio. Este último foi penetrando no Brasil e modificando muito nossa maneira de dançar. No estilo egípcio existe uma preocupação particular com o conhecimento a respeito da cultura e da musicalidade.
    No estilo turco isto se dá de uma forma diferenciada: A dança foi fortemente influenciada pela dança dos haréns, que é uma dança de sedução.
    A dança turca é performática, inclui muito trabalho de chão e é bastante acrobática, se utilizando de aberturas de pernas, cambrês e posições inusitadas.
    Me chamou a atenção sua comparação com o estilo libanês, coisa que pode ser percebida no vídeo que você postou da Princess Banu. No estilo desta bailarina, podemos identificar influencia de uma outra bailarina contemporânea a ela, a Nadia Gamal, que era libanesa. Nadia Gamal foi muito famosa e influenciou a dança em todo o oriente médio.
    Pra terminar, gostaria de dizer que acho a Didem genial! Se prestarmos atenção, veremos que ela faz fusão com Hip Hop, o que vêm se tornando uma forte tendência no oriente médio.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Sabe que eu aprendi a admirá-las depois de minha pesquisa? Respeito e até acabo fazendo algumas coisas semelhantes. Obrigada por compartilhar Hanna! Beijo e sucesso

    ResponderExcluir
  5. UHU HANNA! Arrasou!
    Adoro a Turquia e existe muito pouca coisa sobre o estilo turco de dançar..
    De fato, acho que pelo estilo não ser muito difundido ou ensinado aqui, qnd se fala em DV turca o primeiro nome q aparece é Didem, que aliás gosto. Sinto que há um preconceito com ela e acho tbm q as pessoas nao conseguem entender muito bem a dança dela..sei lá.

    Agora Nesrin Topkapi é linda demais! Pena que no youtube só há uns 3 vídeos (ou ao menos foi o q eu encontrei), pra mim ela é muito doce, envolvente, quase uma Souheir Zaki rs

    Parabéns pelo post Hanna! Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Nossa que pos interessantissimo, gata!
    Lii vi e reevir os videos, muito interessante, realemente quanto mais eu conheço a DV mais me apaixono por ela.
    Beijocas flor,
    da uma conferida no meu blog, já estou te seguindo...
    http://veuseoutrascoisas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adoreeeeei o post, acho que eu não sabia nada sobre a dança turca rs. Esse post me ajudou muito a entender melhor sobre essa dança.

    Beijoos Hanna!

    ResponderExcluir
  8. Adooooooreeeeiiii Hanna, obrigada por compartilhar conhecimento e enriquecer nossos estudos. Já compartilhei no face seu link minha linda.
    Eu gostei muito da Nesrin Topkapi, pois ela me lembra muito minha "mãe" na Dança do Ventre. Agora quem ganhou meu coração foi a bailarina com a apresentação mais cigana, linda demais. Eu acho que fiquei com uma queda para o lado dela pois eu nasci num meio bem folclórico no Norte do Brasil, cresci dançando carimbó, boi-bumbá, siriá, lundu... e todos os ritmos mais cadenciados e fortes acabam mexendo profundamente comigo.
    Super abraço, Hanna.

    ResponderExcluir
  9. por favor.. vc sabe o nome da musica que a Bianca e a Ayla dançaram na novela.. não é a mashala.. mas so a tocada.. obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido anônimo, não posso te dizer pois não vi as danças! heheheeh

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...