Translate this blog!

domingo, 13 de novembro de 2011

Desconstruindo leituras (5)

Mais um deleite, a meu ver... vocês provavelmente já viram esse video no blog da Amar e/ou no meu twitter, mas não resisti em publicá-lo aqui também.

Eu já dancei e, particularmente, gosto muito dessa música "Alf Leyla" e nunca imaginaria uma performance como esta elaborada pela bailarina Flora Pitta. Parece que está na moda a DV teatralizada mesmo...


Bauce kabir,
Hanna Aisha

8 comentários:

  1. Hanna,

    Essa apresentação da Flora é belíssima! No Mosaico eu assisti apenas ao ensaio dessa apresentação e já fiquei bastante emocionada. A Flora é uma bailarina uber criativa, e seu trabalho aqui em São Paulo vem crescendo bastante.

    Gosto desse movimento de "teatralização" na Dança do Ventre, porque dá uma dinâmica diferente para os grandes espetáculos. Estamos numa maré baixa de criatividade em relação ao folclore árabe, e vamos combinar que duas horas de apresentações com músicas clássicas é de doer.

    Salve Flora e outras bailarinas criativas que pensam fora da caixinha para nos tirar do tédio!!!

    Beijocssss

    ResponderExcluir
  2. Vou polemizar e dizer que não gostei. Adorei as roupas,pra mim foi o ponto máximo dessa apresentação. Porém acho q tecnicamente não estava tão bom assim. OK, técnica n é tudo. Vamos então à história, acho ela bem tranquila de entender sem o textinho, acho q forçar o textinho é meio over "Quando tinha 5 anos... e então sei lá quanto tempo depois...". neste ponto estou sendo apenas chata, tudo bem eu entendo. Mas o q eu menos gostei foi de fato a escolha da música no contexto da coreografia: gente, Sherazad já tem uma história, não dá pra pegar essa música e colocar outra história por cima. Pq não fizeram a mesma história num contexto árabe? Acho q fugiria do lugar comum e não assassinaria a música. Acho criativo,acho. Mas acho também q criatividade não implica vc pegar dança do ventre e misturar com o q vc quiser, há a possibilidade de ser criativa dançando uma clássica, uma moderna,um derbake e acho q é essa criatividade que está em falta hoje em dia. Adoro teatralização,mas quando feita com muito cuidado.
    Essa é minha opinião de merda.
    Bjus
    Duda

    ResponderExcluir
  3. Usar uma música árabe para representar uma história com tematica descaradamente japonesa é uma empreitada de coragem, merece meu respeito só por ter idealizado, coreografado e levado isso ao palco.... mas vou dizer, não é daquelas apresentações inesquecíveis, que mudaram a minha forma de ver a DV... e o que vocês acham da releitura das músicas árabes com outros ritmos? Já dancei Alf Leila com um arranjo feito por uma banda de rock. Em contraste tentei dançar da maneira tradicional possível. Pra quem quiser dar uma conferida: http://www.youtube.com/watch?v=x3GqlTmq0sY

    ResponderExcluir
  4. Oi Hanna, seu blog tá um show viu !
    Eu vi esse vídeo no blog da Amar e gostei bastante ! Nunca imaginei Alf Leyla coreografada dessa maneira, achei de uma criatividade ímpar !
    Bjo !

    ResponderExcluir
  5. aiiiii....essa é a musica do meu solo de encerramento do meu festival desde ano, q sera no sabado agora hihihi...Tufic m disse q o nome dela é 1000 noites e uma. Axo q dentro desse titulo dá pra teatralizar mtas coisas legais. Confesso q minhas ideias embolaram aki dentro.... axei bem legal a coreografia e tb mto corajosa. Mas qdo penso nela, eu realmente so imagino nas 1001 noites de Sherazade.

    ResponderExcluir
  6. Gostei da ousadia, da criatividade e da inovação. Acho que algumas coisas, em termos de movimentação de palco e jogo cênico, merecem uma revisada porque, em alguns momentos,a imagem no palco ficou confusa. Mas, diante do potencial do trabalho, isso é apenas um detalhe. Gostei! Obrigada por compartilhar, flor!

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho dificuldade de gostar de ousadias, mas achei esse muito bem feita.

    Wardah, sinceramente, eu não faço ligação da música com Shezarade... acho que perdi alguma coisa nisso.

    É um taqsim balady moderno para mim e ponto.

    Acho que podem ter sido os pratos na música que a fez associar com o Japão.

    Sei lá; só sei que o resultado final ficou bom para mim.

    Beijos, adorei os comentários!

    ResponderExcluir
  8. Hanna,essa música é uma versão do tema do ballet Sherazad.Muitas pessoas ,inclusive leigas, associam imediatamente essa música ao ballet. Por isso acho q por mais q eu n tenha gostado de muitas outras coisas, essa questão da música é a mais forte pra mim.
    Bjus
    Duda

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...