Translate this blog!

segunda-feira, 28 de março de 2016

Samia Gamal: pra estudar

Samia Gamal é uma das grandes referências da Dança do Ventre. Ela fez parte da Golden Era, época que tanta bailarina admira e considera a "essência" da DV. Não importa se você concorda com isso ou não; o fato é que ela foi muito importante para o que hoje chamamos de Dança do Ventre.

Zeinab Ali Khalil Ibrahim Mahfouz nasceu no Egito, em 1924 e, ao mudar-se para o Cairo, teve a oportunidade de conhecer Badia Masabni, a qual lhe deu seu nome artístico, Samia Gamal.

Ela teve um caso, nunca oficializado, por 11 anos, com Farid El Atrache, famoso cantor e ator, que também trabalho no Casino da Badia:


Uma coisa interessante que ela declarou, por introduzir elementos ocidentais em sua dança é de que "Não há mais mudança na dança oriental. Ela se repete em todo filme". Ela redesenhou os figurinos de Dança do Ventre e trouxe energia às performances.


Em 1949, o rei egípcio Farouk proclamou Samia Gamal “A Bailarina Nacional do Egito”, que trouxe atenção dos EUA para a bailarina. Possui um estilo charmoso, gracioso e sedutor ao dançar, além de ser muito expressiva e simpática.


Samia Gamal deixou a dança mais expressiva, introduzindo o balé clássico e danças latinas em suas performances. Sua professora de balé sugeriu o uso do véu, para melhorar seu trabalho de braços, o que tornou seu uso muito popular. Difundiu-se por aí que ela foi a primeira bailarina a usar salto alto , mas isso não é verdade. Shafiqah El Copta já usava sapatos durante a dança no início do século 20. Ela também participou de dezenas de filmes.


Ela utiliza muitos giros (de braços abertos ou segurando a saia, inclusive) e deslocamentos, com arabesques ou camelos pequenos. Ela usa os oitos em quase toda a dança, além de abusar dos braços na frente e ombros, os quais ela utiliza muito para fazer acentos. Ela, porém, faz poucos shimmies.


Ela é uma ótima referência de estudo, caso você queira mais dinamismo e "desfocar" um pouco do quadril. Ela não é minha preferida mas, sem dúvida, tenho um profundo respeito.

Aqui, uma maravilhosa estrevista com ela.


Bauce kabir,
Hanna Aisha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...